domingo, 19 de fevereiro de 2017

Sem Emenda - As Minhas Fotografias

Uma ocupação de herdade, perto de Sousel, a caminho de Portalegre, em 1975 – Foi há 42 anos! A maioria dos Portugueses vivos nasceu depois dessa data! Já quase ninguém se lembra do que foram aquelas ocupações. No Alentejo, no prazo de um ano, foram ocupadas cerca de 3.700 herdades num total de mais de 1,2 milhões de hectares! Assalariados rurais, trabalhadores da construção e operários fabris da cidade, apoiados por dirigentes sindicais e por unidades das forças armadas, levaram a cabo esse processo único na história de Portugal e da Europa. Nesta imagem, além de civis e militares, um lavrador ou feitor ferido na cara segue dentro do carro. Nos casos mais simples, eram algumas camionetas, umas dezenas ou centenas de trabalhadores, uns funcionários do ministério e uns civis. Na maioria, tratava-se de dispositivo mais complexo, sendo necessário acrescentar soldados armados, civis com caçadeiras, jeeps militares e até um carro blindado. Às vezes, os proprietários tentavam reagir. Na maior parte, resignavam-se. Se é que já não tinham abandonado. Não foi uma reforma agrária. Foi uma revolução. Acabou mal.
DN, 19 de Fevereiro de 2017

1 comentário:

Alíria disse...

Com uma fotografia vulgar do passado, AB vem, mais uma vez, com a ameaça do papão (PCP) e passar brilho à sua imagem.