quinta-feira, 12 de março de 2009

Luz - Lenha à porta

.
Clicar na imagem para a ampliar
É uma casa do Douro. As ombreiras da porta, em granito, contrastam com o xisto das paredes. É frequente ver-se esta combinação. O mais usual é, no entanto, ser tudo construído com xisto. A lenha à porta está em previsão do Inverno. Será ulteriormente levada para dentro da loja ou de um alpendre. (1979).

7 comentários:

Sílvia disse...

Achas para a fogueira é coisa que não tem faltado por aqui...

António Barreto disse...

Silvia...
Achas... que são lenha para me queimar?
Há tanto tempo que não a via por aqui!

Anónimo disse...

Vai-se lá saber porquê?

"O que é bonito neste mundo e anima, é ver que na vindima de cada sonho fica a cepa a sonhar outra aventura. E que a doçura que não se prova se transfigura noutra doçura muito mais pura e muito mais nova."

M. M.

Sílvia disse...

AB,
O inverno está no fim. Haverá ainda mais alguma coisa para queimar?
Abraço

J.M.P.O disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
J.M.P.O disse...

Quando vi essa fotografia não pude deixar de me lembrar da minha infância.

Nasci acima do Douro onde ombreiras como essas (ou em madeira) ainda existem principalmente em casas desabitadas (que são cada vez mais).

Já muito tempo que acompanho o seu blogue e hoje decidi deixar um comentário, em jeito de desabafo e ao mesmo tempo de provocação. Viajei, em criança, principalmente até 1992, na linha do Tua e é com profunda tristeza que vejo o que lhe estão a fazer. Pelo que percebi de posts anteriores também partilha o meu pesar e tem uma voz que fala mais alto.

Virgílio disse...

A utilização destes materiais (xisto, granito)é vulgar no nosso Douro. O que de interessante tem este belo portal é o sábio reaproveitamento desses mesmos materiais.